Libertadores: Cruzeiro começa mais uma jornada internacional

Com elenco reformulado depois da conquista do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro conviveu com dificuldades no início da temporada 2015. Porém, a equipe chega à estreia da Copa Libertadores em evolução. Após duas vitórias nas últimas rodadas do Campeonato Mineiro, a Raposa tem o primeiro desafio na competição internacional nesta quarta-feira, às 22h, diante do Universitario de Sucre, na Bolívia.

O time de Marcelo Oliveira enfrentará os efeitos da altitude, já que Sucre está a 2.800 metros acima do nível do mar. Os jogadores, entretanto, não creem que o ar rarefeito possa impedir a arrancada na Libertadores com triunfo. “A gente conhece bem altitude, sabe que dificulta um pouco o trabalho, mas são 2.800 metros e temos condições de superar isso, fazer um bom jogo e tentar trazer os três pontos para casa”, destacou o zagueiro Paulo André.

Embora não seja tão relevante como em outras cidades bolivianas, casos de Potosí e La Paz, a altitude promete ser o principal obstáculo para o Cruzeiro na noite desta quarta-feira, já que os resultados do Universitario decepcionam no Campeonato Boliviano. A equipe é apenas a nona colocada, com somente duas vitórias em oito jogos. No último domingo, com os titulares poupados, foi derrotada pelo lanterna Sport Boys, por 2 a 1.

Após esse revés, o Universitario dispensou quatro jogadores que estavam inscritos na Copa Libertadores. O técnico Julio César Baldivieso chegou a se indispor com jornalistas de Sucre ao sofrer com críticas pelos resultados negativos.

A partida desta quarta-feira marcará a volta do Cruzeiro a Sucre depois de seis anos. Pela Copa Libertadores de 2009, a equipe, mesmo com a expulsão do atacante Kleber, superou o cansaço gerado pela altitude e venceu por 1 a 0, com gol de Thiago Ribeiro.

Os times

Universitario de Sucre

Juan Carlos Robles; Carlos Camacho, Ignacio Gonzáles, Ezequiel Filipetto e Ramiro Ballivián; Rolando Ribera, Federico Silvestre, Rubén Cuesta, Alejandro Bejarano e Mauricio Saucedo; Martín Palavicini

Técnico: Julio César Baldivieso

Cruzeiro

Fábio; Fabiano, Leo, Paulo André e Mena; Willian Farias e Henrique; Marquinhos, De Arrascaeta e Willian; Leandro Damião

Técnico: Marcelo Oliveira

www.superesportes.com.br

 

Compartilhe

PinIt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.