Brasileirão: Cruzeiro perde do Corinthians; Atlético empata com Fluminense

Quarta-feira, 08/10

19:30

Botafogo 0 X 1 Palmeiras

São Paulo 1 X 0 Atlético-PR

Coritiba 1 X 0 Criciúma

21:00

Vitória 2 X 2 Goiás

22:00

Cruzeiro 0 X 1 Corinthians

O técnico Marcelo Oliveira reconheceu que a derrota para o Corinthians, por 1 a 0, em pleno Mineirão, foi uma ducha de água fria no Cruzeiro. Porém, o treinador disse que o time celeste, que segue líder isolado do Brasileirão, não pode se abater com o revés diante de mais de 30 mil torcedores nesta quarta-feira.

“Não estava, naturalmente, nos planos. A gente pensava em mais uma vitória, mas acontece. Nós estamos aí fortes e não podemos nos abater”, observou Marcelo Oliveira, durante entrevista coletiva depois da partida.

Apesar do discurso motivador, o treinador cobrou mais empenho da equipe nesta reta final de competição. “Sustentar a liderança não é fácil, tem que ser com muita luta, muito sacrifício e jogando bem, se possível”, afirmou o técnico celeste.

Marcelo Oliveira manteve a tranquilidade depois da derrota no Mineirão, a segunda do time em 11 jogos atuando no estádio pelo Brasileirão. Mesmo com o revés, o Cruzeiro segue na liderança isolado, agora com sete pontos de vantagem para o São Paulo, segundo colocado. A diferença pode cair para seis, caso o Internacional vença a Chapecoense nesta quinta-feira.

“O caminho é longo, e é muito difícil, é difícil para todo mundo. A cada rodada, você vê resultados que até podem em algum momento surpreender. Hoje era um clássico, o Corinthians tem um time também muito bom, se propôs a se jogar dessa forma, o Fábio não teve tanto trabalho, mas na hora que foi preciso eles fizeram o gol”, ressaltou.

“Nós fomos criando hoje um pouquinho mais de ansiedade do que em outros momentos e acabamos perdendo algumas bolas que normalmente envolve mais o adversário. É pensa dessa forma, pensar em sair, recuperar, preparar bem. Não é fácil para ninguém porque são jogos de três em três dias”, acrescentou o treinador do Cruzeiro.

Grêmio 2 X 0 Sport

Figueirense 1 X 2 Flamengo

Quinta-feira, 09/10

19:30

Fluminense 0  X 0 Atlético-MG

Com um ponto somado em nove disputados, o Atlético-MG voltou a viver momento de instabilidade no Brasileiro e repetiu o pior jejum de vitórias no torneio nacional. Apesar de terminar a 27ª rodada fora do G4, na sexta colocação, o clube alvinegro ainda permanece próximo dos alvos imediatos e vê o duelo contra o São Paulo, no domingo, às 16h, no Independência, se tornar decisivo para voltar a ficar entre os quatro primeiros colocados.

O empate na rodada, diante do Fluminense, fez o Atlético ficar com 44 pontos, cinco a menos que o são Paulo, atual vice-líder. Uma vitória no Independência, no domingo, se torna obrigatório para o time atleticano. Dessa forma, o alvinegro não deixaria o time paulista abrir vantagem na briga pela segunda colocação.

“O São Paulo tem oscilado bastante, mas vem de duas vitórias, a gente tem de focar no São Paulo, estudar bastante, pois é grande equipe”, analisou o goleiro Victor. O Atlético está a dois pontos de Grêmio, quarto colocado, e também do Corinthians, o quinto.

No início do Brasileirão, o time atleticano também ficou três jogos sem vitórias, quando empatou com o Corinthians e foi derrotado pelo Grêmio e Goiás. A expectativa alvinegra é vencer o São Paulo e evitar bater um recorde negativo na atual competição.

O lateral direito Marcos Rocha tenta explicar a queda de rendimento do time, que chegou a conseguir quatro triunfos em sequência antes da sequência de insucessos. “Muita ausência que a gente tem, estamos com a zaga reserva, isso dificulta, jogador estreando hoje, Cesinha, o Luan jogando no sacrifício, então a gente está tentando superar tudo isso para conseguir as vitórias”, ressaltou.

A partida contra o São Paulo se torna uma decisão para o Atlético, que tem como objetivo ser o vice-líder do Brasileirão, pensando na Libertadores de 2015. Uma derrota do alvinegro de Belo Horizonte, fará o time paulista abrir vantagem maior do que a do líder Cruzeiro, atualmente sete pontos, para o Atlético.

“Eu não fico lamentando, confio nos jogadores, escalo e eles precisam jogar. Temos o São Paulo, a torcida pode fazer a diferença, a gente sabe como é a coisa em Belo horizonte. Depois temos o Corinthians, dois jogos que temos a conta para acertar”, observou o técnico Levir Culpi.

O treinador reconhece a importância do duelo no Independência, mas vê o rival mais descansado para o jogo, já que o São Paulo venceu o Atlético-PR, no Morumbi, na quarta-feira. “Uma desigualdade no calendário, tem equipes do mesmo nível, um time joga antes. Faltam 12 jogos apenas, isso pesa muito”, disse Levir.

Santos 1  X 0 Bahia

20:30

Chapecoense 5 X 0 Internacional

classificação

Cruzeiro 56 27 17 24
São Paulo 49 27 14 12
Internacional 47 27 14 9
Grêmio 46 27 13 8
Corinthians 46 27 12 15
Atlético-MG 44 27 12 7
Santos 42 27 12 10
Fluminense 42 27 11 15
Sport 36 27 10 -12
10° Goiás 34 27 9 -2
11° Flamengo 34 27 9 -8
12° Figueirense 32 27 9 -12
13° Palmeiras 31 27 9 -15
14° Chapecoense 31 27 8 -3
15° Atlético-PR 31 27 8 -7
16° Bahia 30 27 7 -3
17° Coritiba 29 27 7 -2
18° Vitória 28 27 7 -10
19° Criciúma 27 27 6 -18
20° Botafogo 26 27 7 -8

www.uol.com.b

r

Compartilhe

PinIt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.