Manhuaçu: casa pode ter sido incendiada no Bairro Santa Terezinha

Durante patrulhamento pela Avenida Melo Viana, nesta quarta-feira, por volta de 06:30, a vítima Maria de Fátima Souza procurou os policiais militares dizendo que observou que de sua casa, localizada no ponto mais alto do Bairro Santa Terezinha, saía grande quantidade de fumaça, indicando ter sido incendiada.

Os PMs foram ao local juntamente com a vítima, onde constataram que no interior do imóvel havia certa quantidade de brasa, estando todas as paredes do lado interno escurecidas pela fumaça e que vários objetos estavam parcialmente ou totalmente queimados. Entre os objetos queimados a vítima relatou que havia uma geladeira, um fogão, uma televisão e um sofá de dois lugares, todos eles completamente inutilizados.

Com a ajuda de vizinhos, utilizando baldes e uma mangueira, foi jogada água no interior da residência e assim foi apagado totalmente o que ainda queimava e produzia fumaça. A vítima acredita que os suspeitos relacionados são os causadores do incêndio, isto pelo fato de ambos terem, por volta das 07h00min da data de hoje, ido até o seu atual endereço e disseram que o seu filho Luiz Cláudio não ficaria hoje no morro.

A vítima acrescentou que Luiz Cláudio é usuário de “crack” e tem uma dívida de R$ 400,00 a ser quitada com os suspeitos, dos quais comprou certa quantidade da droga, o que levou a vítima a acreditar que a sua casa foi incendiada em um ato de represália.

Há cerca de um mês, segundo a vítima, ela mudou de endereço, deixando na casa somente Luiz Cláudio, exatamente por não estar suportando mais situações constrangedoras e de perturbação da sua tranquilidade causadas pelos suspeitos, os quais, algumas vezes, bateram à porta de sua casa á procura de seu filho.

Os Policiais Militares foram à residência dos suspeitos, que residem nos fundos da casa da vítima, mas segundo a companheira de um deles, eles estavam trabalhando em uma roça, fornecendo os dados deles para este registro. A Perícia foi acionada, porém não compareceu ao local.

Luiz Nascimento, com informações da PM

Compartilhe

PinIt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.