Envolvidos em homicídio em Manhuaçu são condenados pela Justiça

Dois homens, um de 23 anos e outro de 26 anos, foram condenados a 24 e 22 anos de prisão em regime fechado, respectivamente, pelo Tribunal do Júri de Manhuaçu, em decisão proferida em 07/05/2024. Os réus participaram da execução de um homicídio consumado ocorrido no bairro São Vicente, na cidade de Manhuaçu/MG.

O crime ocorreu em 21/05/2022, por volta das 16h50min, na rua José Ribeiro Sobrinho, nº 202, no bairro São Vicente. O local era conhecido como ponto de tráfico de drogas, onde tanto os condenados quanto a vítima estavam envolvidos. O réu de 23 anos já havia sido alvo de tentativa de homicídio ocorrido no dia 21/04/2022, no mesmo bairro e desde então ameaçava a vítima. No dia do crime, os réus estavam na rua, próximo ao ponto de drogas, quando um deles anunciou a intenção de matar a vítima. Em resposta às ameaças recebidas, a vítima chamou seu comparsa, pertencente a outro ponto de drogas o mesmo bairro, e dirigiram-se ao local com o objetivo de confrontar seu rival. No entanto, os réus foram mais ágeis e acabaram tirando a vida da vítima na porta da residência de sua namorada.

Segundo apuração da equipe da Delegacia de Crimes Contra a Pessoa (homicídios) da 6ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Manhuaçu, a vítima estava envolvida com o tráfico de drogas na região, fazendo parte da organização localizada na rua Alcino Salazar, enquanto os réus exerciam suas atividades ilícitas na rua adjacente, onde ocorreu o homicídio.

A investigação, conduzida pela equipe de homicídios, resultou na representação do Delegado pela prisão preventiva e emissão de mandado de busca e apreensão dos investigados, medida que foi acatada pelo Ministério Público e pelo Judiciário. Após o devido processo criminal no Fórum Desembargador Alonso Starling, os réus foram condenados pelo Juiz da 1ª Vara Criminal e da Infância e da Juventude da Comarca de Manhuaçu.

Destaca-se que, àquela época, ocorreram três casos de homicídio no mesmo bairro, dos quais dois foram consumados e um tentado, todos decorrentes do conflito entre duas facções criminosas. Todos os membros das respectivas organizações envolvidas nesse bairro foram detidos e permanecem sob custódia, resultando na ausência de novos registros de homicídios na área desde então.

A Delegacia de Crimes Contra a Pessoa (homicídios) destaca a relevância da colaboração da sociedade na elucidação de crimes graves. Denúncias podem ser feitas anonimamente através do disque-denúncia 181, bem como diretamente na Delegacia Regional, em contato com os investigadores.

Compartilhe

PinIt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *