Padre Adriano é encontrado morto; corpo carbonizado

 

A Polícia Militar recebeu a informação de que o Padre Adriano da Silva Bastos, 36 anos, Pároco de Simonésia, teria desaparecido.

Segundo relatos, o Padre Adriano teria ido visitar sua mãe que está doente, na cidade de Martins Soares e retornaria para Simonésia onde iria celebrar uma missa na paróquia, zona rural, sendo que a última vez que ele foi visto foi no centro de Reduto, onde se deslocou em seu veículo Chevrolet/Onix, cor branca, placa: QWS-4472, estando na companhia de sua irmã, a qual foi a última com quem ele teve contato.

Segundo relato, o Padre desde então não entrou em contato, não atendia o celular e as mensagens enviadas ao seu celular não foram visualizadas.

E por volta de 18 horas desta quarta-feira (14/10), a PM foi acionada por um morador Córrego Pirapetinga em Manhumirim, que visualizou um fogo em seu terreno e ao deslocar ao local para apagar, localizou um corpo carbonizado.

Equipes da PM e da Polícia Civil foram até o local, sendo constatado pela perícia que haviam ainda ferimentos provocados provavelmente por facas.

Irmãos do Padre Adriano também estiveram presentes no local, reconhecendo o corpo como sendo do Padre Adriano.

Equipes da PM estão levantando informações sobre a autoria do crime. E dois suspeitos estão sendo entrevistados pelas equipes militares. Eles foram vistos por testemunhas próximo ao local onde o corpo foi encontrado.

Não há ainda a motivação do crime.

Veículo ainda não foi localizado. Segundo informações da PRF ele teria sido visto passando por Teresópolis/RJ nesta data, por volta de 5 horas.

Posteriormente encaminharemos mensagem completa.

Informações PM

NOTA OFICIAL

Polícia Civil. Manhuaçu 14/10/2020-21h15

Foi encontrado o início da noite desta quarta-feira, 14/10/20, o corpo do Padre Adriano, Vigário da Paróquia de Simonésia.

O corpo sem vida estava em uma estrada rural próxima a Manhumirim. Exames periciais iniciais indicam ao menos cinco perfurações causadas por arma branca – possivelmente uma faca -, sendo esta a possível causa da morte. A vítima estava carbonizado e vestígios de gasolina foram encontrados no local.

Familiares fizeram reconhecimento da vítima. Pertences pessoais encontrados junto ao corpo, em especial uma aliança usada por religiosos, corroboram para identificação. Exames de DNA poderão ser realizados a critério do Delegado de Polícia que presidirá o Inquérito Policial.

A Polícia Civil trabalha com a hipótese de latrocínio, pois já se tem informações de que o veículo da vítima foi visto no Estado do Rio de Janeiro na madrugada, por volta das 2h30, do dia 14/10/20.

Pedimos apoio da população. Toda informação será verificada. Imagens. Câmeras. Toda informação é fundamental não apenas para indicar a autoria, mas acima de tudo, provar a autoria. Prender e obter uma condenação severa.

Polícia Civil

Compartilhe

PinIt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *