Começa a Semana de São de Lourenço, padroeiro de Manhuaçu

Começa neste sábado, dia 03, na Paróquia de São Lourenço  a semana do padroeiro. As atividades desenvolvidas ao longo da semana incluem caminhadas e programação especial às 19h30, contando com a integração das comunidades, grupos de reflexão e membros das pastorais e movimentos ligados à Igreja, responsáveis pela liturgia, acolhida e canto nas celebrações.
O pároco da Paróquia de São Lourenço, Padre Carlos Altoé, ressalta a importância de celebrar a data. “Em primeiro lugar, celebramos o mártir da fé. Celebramos um homem que foi testemunha de Jesus Cristo, no seguimento, se colocou totalmente à disposição de Deus, dos pobres e da Igreja no seu tempo.”
Programação
Tendo a novena o tema “São Lourenço Mártir da Fé”, o período de celebração e aproximação faz renascer em cada coração a força do Espírito Santo. Durante a semana, os fiéis participam de celebrações com o espírito voltado para a renovação da fé inabalável como era o Mártir São Lourenço, conforme afirma o Pároco da Paróquia de São Lourenço, Pe. Carlos Altoé. “Quando nós celebramos o padroeiro de nossas comunidades, ou como agora, em nossa paróquia, nós somos desafiados a viver os valores que São Lourenço nos deixou para podermos responder aquilo que é apelo e proposta de Deus.”, afirma.
A programação conta com missas todos os dias às 19h30, com a participação de cada um dos sete setores da paróquia. No sábado, dia 10, serão dois momentos importantes; a celebração da missa em comemoração ao aniversário do 11º Batalhão de Polícia Militar de Minas Gerais, em sua própria sede “Sentinela do Caparaó”, às 8h, e a procissão, às 18h, seguida pela missa campal na Praça Cordovil Pinto Coelho e o show de encerramento que conta com a presença de Jonny Mendes e Banda.
Padre Carlos ressalta que a participação da comunidade é essencial para celebração deste momento. “A nossa comunidade, as comunidades e paróquias vizinhas, você é nosso convidado. Vamos celebrar juntos. E que São Lourenço continue intercedendo, junto a Jesus, pelas nossas inúmeras necessidades e, de modo especial, pela nossa Igreja, para que possamos vivenciar de uma forma intensa e plena o nosso compromisso de fé”.
História
Um exemplo de amor e temência a Deus. São Lourenço é um modelo de conduta e trabalho e é o que o tema da novena retrata. “Mártir da Fé” entregou sua vida em favor dos pobres e marginalizados. Nascido em Huesca, na Espanha, tinha a responsabilidade de administrar os bens da Igreja, que auxiliava a vida de muitos desfavorecidos da sociedade. Conhecido como Primeiro dos Diáconos, a história conta que São Lourenço tinha grande amizade com o Papa Sisto II.
São Lourenço sofreu o martírio no ano de 258. Perseguido pelo Imperador romano Valeriano, o prefeito local exigiu que São Lourenço entregasse os tesouros da Igreja. Em resposta, reuniu todos os menos favorecidos que a Igreja cuidava em um saguão e disse ao prefeito, com bom humor: “Eis aqui os nossos tesouros, que nunca diminuem, e podem ser encontrados em toda parte”. Sentindo-se traído, o prefeito sujeitou o santo a diversas torturas, até colocá-lo sobre um braseiro ardente. Como se não bastasse, no momento mais angustiante de sua vida, São Lourenço virou aos soldados e disse: “Vira-me que já estou bem assado deste lado”.
Padre Carlos fala que o santo deve ser espelho em nossas vidas. “A vida de São Lourenço nos convida a viver, em primeiro lugar, o seguimento a Jesus Cristo. Em segundo lugar, a nos comprometer cada vez mais e melhor com este grande e belo projeto de Deus, a exemplo do apelo do Papa Francisco, que é de uma Igreja em saída, uma Igreja voltada para os mais necessitados, os mais carentes, e responder da melhor maneira possível as exigências do mundo em que nós vivemos hoje”.
João Vitor Nunes/Tribuna do Leste

Compartilhe

PinIt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.