Manhuaçu: OAB investiga propaganda irregular de escritório de advocacia

Por considerar que a publicidade feita por um escritório de advocacia nas redes sociais, fazendo referência à gratuidade de consulta jurídica, configura captação ilegal de cliente, o presidente da 54ª Subseção da OAB/MG, Alex Barbosa de Matos, determinou que a comissão de ética e disciplina da Subseção investigue a publicidade em desconformidade com a Lei 8.906/94 (Estatuto da Advocacia) e com o Código de Ética e Disciplina da OAB.

O presidente da 54ª Subseção da OAB/MG, Alex Barbosa de Matos, destacou que a entidade tem combatido a propaganda irregular e investigará, sempre que houver indícios, todo e qualquer método ilegal de captação indevida de serviços inerentes à advocacia.

A comissão de ética e disciplina da OAB Manhuaçu é formada pelos advogados Diogo Abineder Ferreira Nolasco Pereira (presidente), Janaine Amaral de Paula (vice-presidente) e Joãonay Pimentel (secretário).

Assessoria de Comunicação / OAB Manhuaçu

 

Compartilhe

PinIt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *