Manhuaçu: Comissão de Ética e Disciplina da OAB é nomeada

Na tarde desta sexta-feira (26), o presidente da 54ª Subseção da OAB/MG, Alex Barbosa de Matos, nomeou a comissão de ética e disciplina da OAB Manhuaçu. A comissão será presidida pelo advogado Diogo Abineder Ferreira Nolasco Pereira que já funcionava como secretário da própria comissão, tendo como vice-presidente a advogada Janaine Amaral de Paula e como secretário o advogado Joãonay Pimentel.

Também participaram do ato, o secretário-geral da 54ª Subseção da OAB/MG, Yuri Daibert Salomão de Campos, a secretária-geral adjunta da Subseção, Ângela Maria de Lima e a conselheira subseccional, Michelle Duarte Pimentel.

Segundo o presidente da OAB Manhuaçu, Alex Barbosa de Matos, “os integrantes da comissão de ética e disciplina da Subseção são advogados com reconhecida experiência profissional, providos de conhecimento dos princípios éticos, disciplinares e morais que envolvem o exercício da advocacia. Sem dúvida, eles terão plena capacidade de exercer esta função honorífica, com dedicação e muito trabalho, em favor de nossa classe e da sociedade”, comentou.

Alex Barbosa de Matos fez questão de agradecer também ao secretário-geral da Subseção, Yuri Daibert Salomão de Campos por ter cumulado função e presidido a comissão até o presente momento. “Quero agradecer imensamente ao amigo e companheiro Yuri Daibert pela condução dos trabalhos da comissão. Sua contribuição foi importante para a nova formatação dos procedimentos”, ressaltou.

De acordo com o novo presidente da comissão de ética e disciplina da OAB Manhuaçu, Diogo Abineder Ferreira Nolasco Pereira, “recebi o convite do nosso presidente Alex Barbosa de Matos e o aceitei com muita responsabilidade. Com certeza, a experiência que adquiri como secretário da comissão de ética e disciplina, permite que eu exerça com mais capacidade e conhecimento, a tarefa árdua e espinhosa de analisar, junto com os demais membros da comissão, a conduta ético-disciplinar de meus pares. O nosso trabalho se baseará em colher materiais, fazer as devidas instruções processuais e opinar pela procedência ou não das representações disciplinares que chegarem ao nosso conhecimento”, concluiu.

Assessoria de Comunicação / OAB Manhuaçu

Compartilhe

PinIt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.