Negociação: Cruzeiro pode renovar com Júlio Baptista

A renovação do contrato de Júlio Baptista com o Cruzeiro, que até pouco tempo era dada como indefinida, pode estar perto de um desfecho. O presidente do clube, Gilvan de Pinho Tavares, concedeu entrevista à Rádio Itatiaia nesta quinta-feira e comentou a situação do meia celeste. O jogador, que terá o vínculo encerrado no dia 31 de julho, pode ter uma renovação contratual nos próximos dias.

Segundo o mandatário celeste, o clube tenta junto ao jogador uma redução salarial e um vínculo curto para que ele volte a jogar com a camisa do Cruzeiro.

“O contrato dele termina dia 31 de julho. Ele ainda não está totalmente recuperado da cirurgia que passou. Ele está recuperando bem e começou a treinar no gramado. Dentro de muito pouco tempo ele estará voltando. Mas tem uma coisa. Temos que pagar integralmente o salário de um jogador lesionado. A gente não pode dispensar o atleta enquanto ele não estiver 100% recuperado, isso é norma. Com o Júlio, o que está sendo conversado, é uma redução do que ele ganhava e a gente fazer um novo contrato, mais curto, para ele acabar de se recuperar e voltar a servir o Cruzeiro”, disse Gilvan.

Em entrevista recente ao Estado de Minas, Júlio Baptista afirmou que pode ser “o camisa 10 que Vanderlei Luxemburgo procura”. “Quero me recuperar da cirurgia no joelho – acho que em um mês terei condições de voltar – e dar continuidade aqui no Cruzeiro por mais seis meses. Não tenho o menor problema em reduzir o salário, mas é preciso que me chamem para conversar”, disse.

Júlio Baptista marcou 17 gols em 60 apresentações pelo Cruzeiro, sendo 31 como titular e 29 como suplente.

Copa Sul Minas

Representantes de Atlético e Cruzeiro participaram, na tarde dessa quinta-feira, em um hotel de Curitiba, da primeira reunião em busca de uma nova formulação para a Copa Sul-Minas. Os clubes mineiros saíram confiantes do encontro. No entendimento de Galo e Raposa, a nova competição enriqueceria o calendário e seria uma importante geradora de receitas.

“A busca é de rentabilizar e trazer novas receitas para os clubes. A ideia é juntar grandes clubes e promover um grande evento”, afirmou o diretor comercial do Cruzeiro, Robson Pires, ao Superesportes. “Foi apresentado um esboço, o desenho inicial é muito interessante. No geral, todos os representantes gostaram, houve um interesse muito grande”, acrescentou.

A ideia inicial é que o torneio conte com 12 clubes e que seja disputado de fevereiro a julho. A primeira fase seria dividida em grupos, com os melhores avançando às quartas de final, semifinal e final. A decisão seria disputada em uma cidade já pré-definida. Uma nova reunião foi agendada para o dia 24 de julho, em Balneário Camboriú, em Santa Catarina. Os participantes, contudo, não abdicariam dos Estaduais.

“Seria mais do que um jogo de futebol, com outras atrações, como shows. Queremos tornar esse evento algo grandioso, que ocorra durante uma parte do dia, que a cidade concentre as suas atenções nessa grande final, como o Super Bowl”, explica o diretor comercial do Cruzeiro.

O Atlético vê com bons olhos a possibilidade de participar de um novo torneio interestadual. Quem representou o clube na reunião foi o assessor da presidência, Lucas Couto. “Estamos trabalhando para criar um novo produto, e será mais um espetáculo para todos aqueles que gostam de futebol. Seria uma copa curta, com a presença de grandes clubes, movimentando o primeiro semestre do futebol brasileiro. Além da Copa Libertadores, teríamos outro produto que chamaria o torcedor para o estádio no primeiro semestre”, observa, em contato telefônico com a reportagem.

Cabem aos presidentes de Atlético e Cruzeiro a palavra final sobre uma possível participação no novo torneio. Mas a expectativa é a melhor possível. “Só temos a ganhar”, resume Couto. O presidente da CBF, Marco Polo del Nero, já indicou que deve aprovar o novo torneio se for bom para os clubes. Uma comissão técnica formada por clubes da entidade também deve apreciar a ideia dessa nova competição. A Rede Globo gostou da ideia e já demonstrou interesse em comprar os direitos de transmissão.

Além dos dirigentes das duas grandes equipes da capital, participaram da reunião representantes de Atlético Paranaense, Flamengo, Fluminense e o presidente da Federação Catarinense de Futebol.

Do site www.superesportes.com.br

Compartilhe

PinIt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *