Manhuaçu: População pede limpeza do rio. Previsão para o dia 3 de novembro

rio-manhuacu-lixeira

Manifestação contra pessoas que jogam lixo no rio

A tão esperada limpeza do Rio Manhuaçu está prestes a acontecer. Isso porque o diretor do Serviço Autônomo Municipal de Limpeza Urbana (SAMAL), Kilder Perígolo, juntamente com o assessor jurídico da Autarquia, Filipe Segall Tavares, protocolaram, na terça-feira, 21/10, projeto de lei 63/2014, que visa a contratação temporária de servidores públicos para que possam dar início à revitalização das margens do rio.

Segundo o diretor do SAMAL, “que ao assumir a Autarquia vem conversando com as pessoas nas ruas que o alertaram para a limpeza do nosso Rio Manhuaçu. É um importante ecossistema da nossa cidade. Com a baixa quantidade de chuva e a sujeira em que se encontra o rio, víamos vários peixes morrendo. Mas acredito que com esse projeto de lei vamos sanar o problema”, comentou.

De acordo com o que consta no projeto de lei, fica alterado o número de vagas do concurso público 01/2014 para a função de auxiliar de gari. Haverá aumento de 56 para 76 vagas. Para ocupá-las, o SAMAL seguirá rigorosamente a lista se suplentes do concurso público.

Os 26 cargos temporários serão contratados até o dia 31 de dezembro de 2014. Destes, dez serão preenchidas para a realização da limpeza dos rios e córregos na cidade e nos distritos. Os outros 16 estarão disponíveis para exercer trabalho na usina de reciclagem.

O projeto de lei foi protocolado na Câmara de Vereadores.

Secretário de Agriculta explica como será a limpeza

Sobre o Rio Manhuaçu, o Secretário de Agricultura Sandro Tavares,  argumentou que “já tem a liberação para promover a limpeza, porém é prudente que se aguarde o nível da água aumentar. Já enviamos a comunicação à SUPLAN e, agora esperamos que haja contratação de pessoal por parte da prefeitura,  para a execução desse processo de limpeza”, disse Sandro Tavares.

Na noite desta quinta-feira, 23/10, o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Sandro Tavares, esteve no plenário da Câmara Municipal. O objetivo foi explicar aos vereadores quais intervenções serão feitas durante limpeza do Rio Manhuaçu.

De acordo com o secretário, há mais de 20 dias o município está em discussão com outros órgãos de meio ambiente para tratar a respeito da limpeza do rio. Sandro afirma que só não havia sido feita antes por causa da falta de chuva, uma vez que o nível da água está baixo, e pela falta de pessoas para poder executar o serviço.

“Temos feito reuniões com as comunidades ribeirinhas, juntamente com as Secretarias de Obras, Agricultura e Meio Ambiente, e o SAMAL. Conversamos também com a Polícia Militar de Meio Ambiente, a ONG Pró-Rio Manhuaçu, enfim, envolvemos toda a sociedade para podermos, juntos, lidar com esta situação”, explicou Sandro.

O secretário de Agricultura informou ainda que nas reuniões foi estabelecido o dia 3 de novembro para início da limpeza. Todo o lixo e entulho será retirado das águas do Rio Manhuaçu. A mata ciliar será mantida, mas o que for prejudicial para a vida e manutenção dos peixes será retirado. “Tudo será feito baseado em levantamento e estudo de meio ambiente. Queremos o melhor para o rio”, concluiu Sandro.

Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu – contato@manhuacunews.com.br

 

Compartilhe

PinIt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *