Inhapim: Pai e filho morrem em acidente. Strada bateu na motocicleta das vítimas

rapaz-mortopai-rapaz-morto2Dor e tristeza marcaram o velório das vítimas de um grave acidente registrado pela Polícia Militar, durante o início da madrugada deste domingo, 05/10, em Inhapim, leste de Minas Gerais. O acidente foi perto da subida da ‘Serra do Bairro Santo Antônio’. Pai e filho morreram após a moto que eles estavam bater de frente com um veículo Fiat Strada. Pedaços da motocicleta ficaram espalhados pelo chão.

Os ocupantes da moto eram Michael Vieira de Souza, de 22 anos, e Francisco Marcos de Souza, de 43 anos (fotos). Wesley Rodrigues, amigo de Michael, chegou à cena do acidente poucos minutos depois da batida.

“Quando os meus amigos me informaram que o Michael tinha sofrido um acidente, eu cheguei aqui e me deparei com ele, que estava na pista ainda, e já tinha falecido. E, o pai dele foi socorrido, mas faleceu a caminho do hospital. E, eu acredito que a moto estava a uns 15 a 20 metros de distância do corpo dele (Michael). Uma cena forte que a gente encontrou, porque ele machucou bastante”, relatou.

De acordo com relatos de Wesley, o pai de seu amigo foi arremessado em cima de um monte de areia. E, a moto que as vítimas estavam teria batido contra alguns tijolos e foi parar fora da pista em meio a um matagal. Wesley é gerente de armazém da Indepe, mesma empresa em que Michael trabalhava como armazenista. Ele lamenta a morte do amigo.

“O Michael no dia a dia dele, eu não me lembro de ter o encontrado triste ou aborrecido. Era sempre um rapaz alegre e pronto para toda obra. Às vezes, se a gente precisasse que ele ficasse até mais tarde, permanecia de bom agrado. Era um cara excelente. Hoje, é até suspeito eu falar isso por ele estar morto. Perdemos um grande amigo e funcionário exemplar na empresa”, lamentou.

Familiares das vítimas pedem justiça

Segundo familiares das vítimas, Michael havia ido buscar o pai dele, que trabalhava como vigia. Quando os dois seguiam com destino ao bairro Santo Antônio, o motorista do Fiat Strada, que estaria em alta velocidade, teria os atingido. Bastante abalada, Erica Maria, que é irmã de Francisco e tia de Michael, pede por justiça.

“Eles eram ótimas pessoas. Não porque eles são o meu irmão e o meu sobrinho não, mas eram trabalhadores. O que esse cara fez tem que ter justiça. A polícia tem que correr atrás, porque ele foi um irresponsável acabando com pai e filho… E, a gente pede justiça… Eu sei que a justiça de Deus vem, mas a gente pede a justiça das polícias. Elas têm de correr atrás e pegá-lo. O nome dele é Vitor. E até então, onde eu sei, ele não tem carteira de habilitação e estava descendo com um ‘louco’ e acabou matando meu irmão e meu sobrinho”, afirmou Erica.

“Infelizmente, aconteceu essa fatalidade, o filho dele teve que buscá-lo no serviço, entre 23h30 e meia-noite, mas só que houve esse imprevisto, em que um cara alcoolizado saiu aqui do Santo Antônio, onde ocorreu o acidente. Pelo o que eu sei, o cara que estava no veículo, na hora que tudo aconteceu, saiu correndo pelo meio do mato. E, todo mundo está decepcionado e quer justiça”, contou João Timóteo, cunhado de Francisco e tio de Michael.

PM tentou abordar o suspeito antes do acidente

De acordo com a PM, antes do acidente, que tirou a vida de pai e filho, os policiais já tinham tentado abordar o suspeito, no bairro Santo Antônio. Momento em que o suposto autor teria fugido em direção ao Centro de Inhapim.

“Os policiais estavam no bairro Santo Antônio abordando um veículo, quando de longe, eles avistaram o Fiat Strada em alta velocidade. Os militares deram sinal para que ele parasse, mas não parou. Diante disso, os policiais acionaram outra viatura, que estava no centro da cidade, para interceptar esse veículo. Só que em determinado momento, como não passou ninguém, foram patrulhando sentido ao bairro Santo Antônio. E, no meio do caminho depararam com o veículo já parado e também com uma moto. Aos arredores, eles viram que tinha um indivíduo sem vida e o outro estava agonizando”, disse tenente Garcia.

Logo após, o grave acidente, a PM iniciou rastreamento para tentar localizar o suspeito de conduzir o Fiat Strada, que foi identificado como Vitor de Souza Lima, de 18 anos.

“Entretanto, não conseguimos fazer a prisão dele, porque ele se embrenhou em um matagal e como era madrugada, no momento da colisão, os militares deram prioridade ao atendimento às vítimas. Mas o indivíduo já foi identificado, deve ser instaurado um processo e ele pode ser punido por homicídio culposo. Entretanto, pode ser denunciado também por homicídio doloso, ou seja, ele assumiu o risco de produzir a morte desses indivíduos. Foi levantado também pelos policiais militares, por informações de terceiros, que esse indivíduo estaria no bairro Santo Antônio, fazendo uso de bebida alcoólica. E, ao ver a viatura, temendo ser abordado, evadiu em alta velocidade, não primando pela segurança. Nós puxamos a ficha do suspeito e ele não possui carteira de habilitação. Entretanto, a gente não tem certeza exata de que ele estava conduzindo o veículo”, relatou o tenente.

Do site www.portal.tvsupercanal.com.br  – contato@manhuacunes.com.br

Compartilhe

PinIt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *