Inhapim: menor de 16 anos mata amigo com disparo acidental

arma-apreendida-morte-inhapimUm menor de 16 anos matou com um disparo acidental o amigo Welbert John Dias Pereira, de 22. O tiro acertou a cabeça da vítima. O disparo saiu de um revólver calibre. 38, que foi apreendido pela Polícia Militar. O caso foi registrado nesta quinta-feira, 08/05, em Santo Antônio do Alegre, distrito de Inhapim. O menor e o parente da vítima levaram Welbert ainda com vida até o Hospital Márcio, em Ipatinga, onde ele não resistiu ao ferimento e faleceu.

O distrito onde ocorreu o disparo acidental fica a 15 quilômetros de Inhapim. A polícia foi acionada por meio de uma denúncia anônima. O autor do disparo e a vítima estavam trabalhando em uma lavoura de café antes do ocorrido. Uma tia do menor contou que viu, quando o sobrinho ajudava prestar socorro ao amigo. Segunda ela, o adolescente estava desesperado.

“Ele saiu gritando e o próprio parente do Welbert veio no carro e foi junto com o ‘de menor’ para prestar socorro. A palavra mesmo fala acidentalmente né?! Ele foi simplesmente mostrar a arma para o colega e a arma disparou. Trabalhavam juntos. O Welbert o chamava de manhã pra ir à roça junto. A família tá inconformada. Porque a família tanto do Welbert como a dele são amigos. Foi acidentalmente mesmo. Infelizmente o fato aconteceu”, relatou a tia do menor.

O disparo acidental aconteceu dentro da sala da casa do menor. A arma estava escondida no interior de uma gaveta. A família do menor disse à polícia que não sabia da existência da arma de fogo. “De acordo com a mãe desse menor, ela não sabia da existência dessa arma no interior da casa dela. Segundo versão desse menor, ele teria sido vítima de um disparo de arma no distrito de Alegre no mês de janeiro, e que populares residentes naquele local teriam tomado à arma do rapaz, que efetuou esse disparo contra ele. E essa arma, ele não soube me explicar muito bem à procedência, teria passado na mão de diversas pessoas, e parado nas mãos dele”, afirmou o tenente.

Após o registro da ocorrência, o menor foi conduzido à delegacia de Polícia Civil de Inhapim para ser ouvido. Ele pode responder por homicídio culposo, ou seja, quando não há intenção de matar.

Fonte: www.portal.tvsupercanal.com.br

Compartilhe

PinIt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *