Brasileirão: Willian sofre entorse e preocupa Cruzeiro

O meia-atacante Willian sofreu uma entorse no tornozelo na vitória celeste por 2 a 1 sobre o Bahia, em Salvador. Com isso, o jogador passará por tratamento para não se tornar um problema para Marcelo Oliveira na sequência do Brasileiro e, principalmente, no jogo decisivo da Copa Libertadores.

Como o Cruzeiro entra em campo apenas no dia 30 de abril, em Assunção, contra o Cerro Porteño, o meia-atacante tem alguns dias para se recuperar. Porém, antes do duelo continental, a equipe joga pelo Nacional. Na próxima rodada ocorre o confronto diante do São Paulo, em Uberlândia.

O médico celeste, Sérgio Freire Júnior, falou das condições do meia-atacante e das chances de ele atuar do Cerro. “O Willian está em tratamento. O jogo é na próxima quarta (30 de abril), mas tem muito tempo para recuperar. Ele tem uma entorse no tornozelo. Não é grave, mas está com dor. Precisa de fazer o tratamento para a recuperação”, disse ao Superesportes.

Se não estiver totalmente recuperado, a tendência é que Willian seja preservado no Brasileiro. O técnico Marcelo Oliveira tem dúvidas em relação à equipe que levará a campo. O treinador tem receio de usar os titulares e sofrer alguma baixa para o jogo de Assunção, contudo, também está atento ao ritmo de jogo dos principais jogadores, que disputaram uma partida oficial pela última vez no dia 16 de abril, contra o próprio Cerro, no Mineirão.

O atacante Dagoberto é outro ponto de interrogação para a Copa Libertadores. Com estiramento muscular, o atleta é dúvida para o confronto. Como o Cruzeiro não informa o tempo de recuperação dos seus atletas, é difícil saber se o jogador tem chances de jogar. Por outro lado, Ricardo Goulart não teve lesão detectada e deve encarar os paraguaios.

A dúvida na participação de Dagoberto aumenta a pressão para que Willian esteja em campo. Ele é a primeira opção para substituir o camisa 11 e é visto pela torcida como um reserva de luxo.

Para sair do Paraguai classificado, o Cruzeiro precisa ao menos empatar com o Cerro com dois gols marcados. A repetição do placar do Mineirão (1 a 1) leva a partida para os pênaltis e a igualdade sem gols assinalados é favorável aos paraguaios. Obviamente, quem vencer a partida estará garantido na próxima fase da Copa Libertadores.

Fonte: www.superesportes.com.br

Compartilhe

PinIt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *