Manhumirim: briga por causa de mulher termina em tiros em via pública

A PM recebeu denúncia que Flaviano Lima de Souza, 35 anos, vulgo “Doca”, teria sido visto correndo sentido à casa de sua ex-mulher, no Bairro Morada Nova, neste sábado, 18/01, por volta de 17:40, em Manhumirim. Ele estaria com uma arma fogo.

Chegando ao local, a PM foi informada por uma testemunha que Doca entrou em luta corporal com Edmar Balduino, momento em que foram dados três tiros. A arma que  pertenceria a Edmar cair no chão, momento em que ele fugiu. Doca então teria pegado a arma e corrido. Segundo a testemunha, ele foi socorrido por uma ambulância ao pronto atendimento municipal.

No pronto socorro, foi verificado que Doca levou um tiro no ombro esquerdo e que não corria risco de morte. Conforme Doca, Edmar estava o ameaçando há muito tempo.

Edimar foi preso na casa da mãe dele e acusou Doca de também o estar ameaçando. Perguntado sobre os motivos dos desentendimentos, Edmar disse aos policiais que  seriam suas mulheres, sem dar mais detalhes. Edmar alega que foi agredido por Doca na cabeça com um riscador de cerâmica, apreendido pela polícia.

Doca cumpriu pena recentemente por tráfico de drogas e Edimar tem passagens por uso de drogas. A ex-mulher de Doca foi localizada, e qualificada, tendo entregado a arma carregada com seis cartuchos deflagrados, os quais foram apreendidos.

O autor Edimar, juntamente com a arma de fogo, um revólver calibre 32, e demais materiais apreendidos, foram conduzidos a Delegacia de Polícia.

Luiz Nascimento, com informações da PM

Compartilhe

PinIt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *