ATENÇÃO PSICOSSOCIAL

Conscientização contra o preconceito em Manhuaçu
A última semana foi marcada pelo Dia Nacional da Luta Antimanicomial, em Manhuaçu.  A quarta-feira, 18, ficou mais animada com a movimentação realizada pelo Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), do SUS Manhuaçu. A data é um marco na luta contra o preconceito em relação aos portadores de transtorno mental. Com o tema “louco para ficar bem perto de você”, o evento traz à tona esse processo de tratamento e rememora a criação e aprovação da Lei 10.216/01 (trata da reforma psiquiátrica) que extingue o modelo asilar, ou seja, os manicômios, onde em muitos casos os pacientes eram tratados de forma desumana e sem nenhuma dignidade.
Você sabe o que é CAPS?

O Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) oferece atendimento à população portadora de transtorno mental severo e persistente e com neuroses graves. Essas pessoas apresentam intenso sofrimento psíquico, que lhes impossibilita de viver e realizar seus projetos de vida. O CAPS presta atendimento de saúde mental tendo sido criado para ser substitutivo às internações em hospitais psiquiátricos, realizando acompanhamento clínico e a reinserção social dos usuários pelo acesso ao trabalho, lazer, exercício dos direitos civis e fortalecimento dos laços familiares e comunitários.
Venha conhecer
Entre em contato com a equipe do CAPS e programe uma visita. Conheça este trabalho que mudar sua concepção sobre os portadores de transtorno mental, chamados de “loucos”, por muitos. O CAPS funciona junto à Secretaria de Saúde de Manhuaçu, antigo pronto socorro, no Bairro Todos os Santos. A coordenação do CAPS agradece a todas as pessoas que contribuíram para o sucesso do evento em torno do Dia Nacional da Luta Antimanicomial e à toda os integrantes da equipe do CAPS, que mais uma se dedicou para o sucesso do evento.
Fotos Eduardo Satil

Compartilhe

PinIt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *